Blog pessoal criado em 2003
06 de Outubro de 2009

Alcântara: Santana quer «renogociar» contentores



Pedro Santana Lopes visitou esta terça-feira de manhã, na companhia dos jornalistas, a zona dos contentores de Alcântara, para falar sobre a expansão do terminal e «acusou» António Costa de «atirar areia para os olhos das pessoas».

Após o candidato do PS ter garantido que assinou um acordo para que a altura dos contentores não ultrapasse os cinco, Santana Lopes exorta o actual edil a mostrar o acordo e a dizer com quem o assinou, já que «doutra forma é conversa fiada para enganar os eleitores».

E explicou que «apesar de não ser um entendido se informou» e a questão dos contentores não passa só pela altura. «Há dois tipos de contentores que variam no comprimento - 20 ou 40 pés. E este facto não é indiferente, porque há um limite para a capacidade de resistência do solo» naquela zona. «Não se pode colocar aqui mais de cinco contentores grandes, porque o solo não aguenta» explicou. O «acordo» que o Dr António Costa conseguiu prevê já o máximo do que podem fazer.

Acordo «renegociado

Se vencer no próximo dia 11 de Outubro, Santana Lopes garante que o acordo com a Liscont, «será outro ponto a tratar com o Governo», porque a autarquia se oporá às «resultantes do contracto».

Questionada sobre a existência de cláusulas de indemnização, o candidato confirmou a sua existência. «São fortes no caso de rescisão por parte do Estado e, por isso, terá de ser feito com ponderação». Vai mais longe e diz mesmo que as indemnizações previstas quase podem configurar «enriquecimento sem causa ou abusivas».

Mesmo assim, garante que quer «reduzir os termos da concessão» e lembra que «deveria ter havido concurso e deve haver concurso. Queremos que o processo seja reaberto e reavaliado».

Comboio passará por cima

Pedro Santana Lopes revelou ainda, que teve acesso a alguns documentos «provisórios» e que a ideia de rebaixar a linha férrea não é realizável «devido ao caneiro de Alcântara». Ou seja, a praça que tinha sido prometida para ligar Lisboa ao Tejo, será para comboios. «Uma contrariedade» ao previsto.

Além disso, aos comerciantes das Docas foi proposto, devido às obras de expansão, «a sua deslocalização durante dois ou três anos, para a zona da Cordoaria Nacional», para mais tarde voltarem ao mesmo local. Uma proposta que custará cerca de 40 milhões de euros.

Mais 600 camiões TIR por dia

Pedro Santana Lopes afirmou ainda, que não se pode desligar a expansão do terminal de contentores de Alcântara da «Terceira Travessia do Tejo, com a componente rodoviária», da qual discorda. «Teremos mais algumas dezenas de milhares de carros a entrar em Lisboa» nessa travessia e o aumento da capacidade do Porto, implica mais «600 camiões TIR, por dia, a circular em Lisboa».

«Qual é congruência disto com o discurso do metro e do porsche, do "sem carro" e do eléctrico rápido?», questiona.

O cabeça de lista da coligação «Lisboa com Sentido» assume que a cidade tem que ter «um porto, mas não quer que seja uma cidade de matriz portuária». «É uma questão de opção estratégica: saber se apostamos no turismo, no comércio e nos serviços ou numa cidade de cariz portuário».

Há mais zonas para expansão

Pedro Santana Lopes sugeriu, por exemplo, a zona da «Trafaria» para expansão. Admite que faltam estudos, «mas é uma questão de vontade e uma opção em aberto», que não é única localização possível porque «há mais».


publicado por Pedro Quartin Graça às 15:29
Olá, vim conhecer seu blog,e desejar boa semana
bjs

aguardo sua visita :)
Dri Viaro a 6 de Outubro de 2009 às 17:35
Com muito gosto! Este meu blog tem andado um pouco parado por motivos de trabalho político e não só!
Gostei muito de ler o seu blog. Parabéns!!!

bjs.

Pedro
PEDRO QUARTIN GRAÇA a 6 de Outubro de 2009 às 18:41
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
13
14
15
17
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31
Posts mais comentados
11 comentários
11 comentários
10 comentários
7 comentários
6 comentários
5 comentários
5 comentários
5 comentários
4 comentários
4 comentários
Page Rank
Divulgue:
Bookmark and Share
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Com o relvas à ilharga só pode perder!
Não ao servilismo em relação a outros estados; sim...
Considero este texto extremamente rico, ao abordar...
Só uma palavra: concordo!
Obrigado pelo seu comentário.PQG
Lembro-me perfeitamente desse dia trágico: a surpr...
É lamentável, cada vez dou-Lhe menos crédito. Mona...
De acordo com os seus pressupostos mas....como diz...
Caro Dr. Pedro Quartin Graça, em obrigação para co...
Muito lhe agradeço a sua atenção! Parabéns!
Twitter:
    follow me on Twitter
    ResearcherID-Plaxo-LinkedIn-Xing:
    Visualizar perfil de Pedro Quartin Graça no LinkedIn Pedro Quartin Graça Intellectual Property/Patents Expert