Blog pessoal criado em 2003
10 de Novembro de 2007

Incidente em central nuclear em Espanha

Ministério do Ambiente pede informações às autoridades espanholas

O Ministério do Ambiente está a recolher informações, junto das autoridades espanholas, sobre um incidente ocorrido esta semana no sistema de refrigeração da central nuclear espanhola de Almaraz, a 200 quilómetros da fronteira portuguesa, disse fonte governamental.

"Estamos a apurar junto da Espanha informações e dados concretos sobre o incidente para perceber se existe qualquer tipo de problema", afirmou a fonte do Ministério do Ambiente, acrescentando que Portugal não foi oficialmente notificado do incidente.

Em causa esteve uma perda de água no sistema de refrigeração na piscina (onde arrefecem as barras do combustível nuclear gastas) da Unidade II da central nuclear espanhola de Almaraz, localizada na província de Cáceres, junto a uma barragem num afluente do Rio Tejo.

De acordo com o diário espanhol "El País", o incidente foi causado por uma falha na bomba de reserva que fez com que não circulasse água pela piscina entre as 13h00 e 19h50 de domingo, levando o Conselho de Segurança Nuclear espanhol (CSN) a emitir, inicialmente, um alerta de nível 1 na Escala Internacional de Acidentes Nucleares (de zero a sete, de menor a maior gravidade).

Após o alerta emitido, uma equipa de peritos do CNS analisou a central nuclear na terça-feira e reclassificou o nível do alerta para 0, concluindo que não houve "qualquer impacto radiológico em pessoas nem no meio ambiente".

"Temos conhecimento da situação, embora a Agência Portuguesa do Ambiente não tenha sido notificada ou alertada. Ainda não existe nenhuma informação técnica rigorosa sobre o que aconteceu", explicou a fonte do Ministério do Ambiente português.

A mesma fonte lembrou que existe uma rede de alerta ao nível comunitário e internacional em matéria de emergências radiológicas e nucleares, que notifica imediatamente todos os países quando existe um incidente que justifique ser comunicado.

Em declarações recentes à Lusa, a porta-voz da organização ecologista Greenpeace-Espanha, Sara Pizzimato, disse que Portugal poderá enfrentar "consequências desastrosas", como contaminação radioactiva da parte portuguesa do Rio Tejo, caso se registe um acidente na central nuclear.

"Existe um risco de acidente grave na central nuclear de Almaraz que não pode ser excluído", afirmou a responsável, explicando que em Portugal "existem os mesmos riscos de contaminação que existem em Espanha".

"No caso de uma eventual contaminação da água, Portugal também poderá sofrer consequências desastrosas, uma vez que a radioactividade chegaria ao país através do Rio Tejo", afirmou.

"Outro cenário preocupante para Portugal é a possibilidade de, em caso de acidente, a radioactividade na atmosfera ser levada até ao território português pelos ventos de Leste", acrescentou.

Diferentes organizações têm pedido o encerramento da central de Almaraz, devido à ocorrência de alguns problemas na central.

Com Lusa
publicado por Pedro Quartin Graça às 17:32
Novembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
20
21
24
26
29
Posts mais comentados
11 comentários
11 comentários
10 comentários
7 comentários
6 comentários
5 comentários
5 comentários
5 comentários
4 comentários
4 comentários
Page Rank
Divulgue:
Bookmark and Share
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Com o relvas à ilharga só pode perder!
Não ao servilismo em relação a outros estados; sim...
Considero este texto extremamente rico, ao abordar...
Só uma palavra: concordo!
Obrigado pelo seu comentário.PQG
Lembro-me perfeitamente desse dia trágico: a surpr...
É lamentável, cada vez dou-Lhe menos crédito. Mona...
De acordo com os seus pressupostos mas....como diz...
Caro Dr. Pedro Quartin Graça, em obrigação para co...
Muito lhe agradeço a sua atenção! Parabéns!
Twitter:
    follow me on Twitter
    ResearcherID-Plaxo-LinkedIn-Xing:
    Visualizar perfil de Pedro Quartin Graça no LinkedIn Pedro Quartin Graça Intellectual Property/Patents Expert