Blog pessoal criado em 2003
29 de Setembro de 2007


LUÍS FILIPE MENEZES VENCE DIRECTAS NO PSD
Luís Filipe Menezes venceu as Eleições Directas no PSD. Ao novo Presidente do Partido Social Democrata desejo as maiores felicidades no exercício do cargo.
Pedro Quartin Graça
publicado por Pedro Quartin Graça às 09:03
27 de Setembro de 2007

A SIC E A SUA CONCEPÇÃO DE JORNALISMO...
OU O JORNALISMO DE SARJETA QUE NOS É SERVIDO EM HORÁRIO NOBRE

Eu próprio, que não tenho o estatuto de Pedro Santana Lopes, tive várias razões de queixas da SIC na última campanha eleitoral que protagonizei para a Câmara Municipal de Lisboa.

Tirando numa pequena presença na SIC Notícias, nem uma, repito, nem uma notícia sobre a minha candidatura e o MPT passou no referido canal privado. Muito pior do que na TVI, que também se portou mal mas mesmo assim deu uma cobertura mínima (1 notícia). Já a RTP esteve à altura das responsabilidades que o facto de ser serviço público se lhe exige.

Daí não estranhar o indecoroso comportamento do canal e as posteriores palavras do Director de Informação da SIC.

Vem isto a propósito do ontem sucedido na SIC Notícias com a entrevista a Pedro Santana Lopes e a interrupção da mesma para uma ligação ao aeroporto onde desembarcava José Mourinho.

E qual foi a reação da SIC face ao sucedido e depois de ter deixado Santana Lopes à espera? Pediu desculpa ao visado? Não. Ainda o atacou. É ler abaixo. Ler e não acreditar no que se lê! Mais palavras para quê? É um artista português e dá pelo nome de Ricardo Costa. E ainda se queixam da qualidade dos políticos!
«A SIC-Notícias lamenta que a decisão de fazer um directo para a chegada de José Mourinho ao Aeroporto tenha provocado uma reacção, que consideramos desproporcionada de Pedro Santana Lopes», refere um comunicado do director do canal televisivo e director-adjunto de informação da SIC, Ricardo Costa.

Pedro Santana Lopes concedia quarta-feira uma entrevista ao canal de notícias da estação de Carnaxide sobre as eleições directas no PSD quando foi interrompido para uma ligação em directo ao Aeroporto de Lisboa para acompanhar a chegada a Portugal do ex-treinador do Chelsea José Mourinho.

Pedro Santana Lopes, que considerou ter sido desrespeitado pelo canal televisivo, abandonou a entrevista de seguida.

«A mim não me interrompem com a chegada de um treinador de futebol. Acho que há regras, a SIC tem regras diferentes das minhas. Tenho que ser respeitado», disse à Lusa.

A jornalista da SIC-Notícias que entrevistou Santana Lopes, Ana Lorenço, justificou a interrupção da entrevista com critérios editoriais, adiantando que não houve qualquer intenção de desrespeitar o deputado social-democrata, uma ideia reafirmada hoje por Ricardo Costa.

«A SIC-Notícias não falta ao respeito aos seus convidados nem aos telespectadores», refere o director da SIC Notícias, adiantando que a chegada de José Mourinho «era um acontecimento que também marcava a noite».

Ricardo Costa admite que a decisão de ir em directo para o Aeroporto de Lisboa «é naturalmente discutível», justificando que «foi tomada 'em cima dos acontecimentos', durante uma Edição da SIC-Notícias, canal que pela sua natureza trabalha com alinhamentos em 'aberto'».

O director da SIC-Notícias reafirmou que não quis faltar ao respeito ao ex-Presidente do PSD, considerando, por isso, a decisão de abandonar o estúdio «inusitada e desproporcionada».

LusA/SOL
Link: http://www.youtube.com/watch?v=MpB1Ydko4NU
publicado por Pedro Quartin Graça às 12:01
25 de Setembro de 2007

Espanha obrigada a explicar voos rasantes nas Selvagens
O Ministério dos Negócios Estrangeiros pediu explicações à embaixada espanhola sobre um voo ilegal realizado a 15 de Junho deste ano

Diário de Notícias da Madeira - 25-09-2007


Um dos últimos incidentes relacionados com a soberania das Ilhas Selvagens, provocou um choque diplomático, entre Portugal e Espanha, e obrigou a embaixada espanhola a prestar esclarecimentos. Em causa está um voo rasante sobre as Ilhas Selvagens, noticiado pelo DIÁRIO na edição de 17 de Junho deste ano. Inicialmente a Marinha e o Governo Regional chegaram a minimizar a situação, mas o caso não passou em claro em Lisboa.

Em resposta a um pedido de esclarecimentos, apresentado pelo deputado Pedro Quartim Graça (Partido da Terra), o Ministério dos Negócios Estrangeiros enumerou as diligências efectuadas.

O MNE foi informado pelo Ministério da Defesa da ocorrência de um voo a baixa altitude, sobre as ilhas, realizado no dia 15 de Junho deste ano. O avião foi detectado pelos meios de vigilância do Parque Natural da Madeira que comunicou o facto ao Comando da Zona Marítima.

O Palácio das Necessidades convocou de imediato um representante da embaixada espanhola em Lisboa para prestar esclarecimentos. Ao diplomata terá sido transmitido que esta questão colocava, desde logo, um problema de princípio, uma vez que Portugal não admite o sobrevoo do seu território sem autorização.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros também alertou para as repercussões negativas na opinião pública, uma vez que há todo um histórico de episódios idênticos registados em anos anteriores. O MNE manifestou estranheza pelo sucedido, uma vez que considerava esta questão ultrapassada.

O representante de Madrid confirmou haver instruções claras para serem evitados este tipo de sobrevoos nas Ilhas Selvagens, tal como outro tipo de incidentes verificados no passado. A embaixada comprometeu-se a investigar o caso. No entanto, as autoridades militares espanholas garantiram não ter registos do voo em causa.

O incidente ocorreu num período sensível para a Reserva das Selvagens uma vez que cerca de 60 mil aves estavam a nidificar.Os incidentes na Selvagens têm registado alguma regularidade, inicialmente devido às pretensões espanholas em relação à soberania do território. Mais recentemente, têm sido os pescadores de Tenerife a provocar situações complicadas que já obrigaram ao arresto de embarcações.

Jorge Freitas Sousa
publicado por Pedro Quartin Graça às 13:11
22 de Setembro de 2007
















Até tu, Tutu? Absolutamente extraordinário vindo de quem vem...


Desmond Tutu pede a Portugal para não convidar Mugabe

O ex-arcebispo anglicano da Cidade do Cabo e Prémio Nobel da Paz, Desmond Tutu, pediu hoje a Portugal para não convidar o presidente do Zimbabué, Robert Mugabe, para a segunda cimeira União Europeia/África, em Lisboa.

Em resposta a uma questão colocada por escrito pela Agência Lusa em Joanesburgo, o respeitado clérigo, que se encontra nos Estados Unidos, respondeu também por escrito: «Espero que Portugal se mantenha firme na defesa dos direitos humanos e da democracia e que não convide o presidente Mugabe. Deus o abençoe».

A posição de Tutu, que é desde há muitos anos, um dos mais acérrimos críticos do presidente do Zimbabué pelos alegados atropelos aos direitos humanos e à liberdade de expressão naquele país, está em linha com uma série de activistas, religiosos, académicos, políticos e intelectuais africanos que desde a década de 1980 vêm denunciando sistemáticos massacres (com particular incidência o de Matabeleland, em 1983) e outras atrocidades cometidas pelo regime da Zanu-PF do presidente Mugabe.

A II Cimeira Europa/África, que é uma iniciativa emblemática do Governo de Lisboa e uma das principais prioridades da actual presidência portuguesa da UE, está agendada para 08 e 09 de Dezembro, em Lisboa

A realização da Cimeira pode ser comprometida em consequência das profundas divisões entre líderes europeus e africanos quanto à linha a seguir relativamente à presença ou não do presidente zimbabueano em Lisboa.

Apesar das provas evidentes de violações dos direitos humanos e de uma governação totalitária e ruinosa da Zanu-PF - que conduziu o país a uma profunda crise política e económica -, muitos dirigentes africanos, em particular na área da SADC, rejeitam a ideia de que a Europa (e Portugal em particular) marginalize Mugabe no evento.

Quinta-feira, o presidente da Zâmbia, Levy Mwanawasa, ameaçou não comparecer na cimeira, se Portugal e a UE não convidarem Robert Mugabe, afirmando esperar que outros líderes do continente africano sigam o seu exemplo.

«Apesar de não concordar e não estar feliz com o que se passa no Zimbabué, acho que a situação exige maior diálogo com os nossos colegas zimbabueanos», disse Mwanawasa ao Times of Zâmbia.

O presidente da Zâmbia, que reagia a uma declaração do primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, segundo a qual não participará na cimeira, se Mugabe estiver presente, vem ao encontro do pensamento de outros líderes regionais africanos, como o presidente sul-africano, Thabo Mbeki.

Os líderes dos antigos movimentos de libertação que hoje ocupam o poder nos respectivos países têm, por respeito pelo passado anti-colonialista de Mugabe ou por não gostarem de receber o que consideram «lições de democracia do Ocidente», sistematicamente defendido a presença do controverso presidente do Zimbabué na cimeira.

Para activistas como Phyl Ya Nangoloh, presidente da Comissão dos Direitos Humanos da Namíbia, no entanto, «a subserviência dos líderes regionais a Robert Mugabe tem mais a ver com o receio individual ou colectivo de serem forçados a abandonar o poder nos seus países por força do voto popular ou da influência dos sindicatos e organizações cívicas do que com um apoio explícito às políticas de Mugabe».

A CNN International tem transmitido hoje uma reportagem especial realizada no Zimbabué com recurso a uma câmara escondida, na qual são visíveis as dramáticas consequências da governação de Robert Mugabe: gasolina a ser comprada no mercado negro por não existirem stocks nos postos de abastecimento, dinheiro a ser trocado nas ruas a um câmbio 10 vezes superior ao dos bancos, famílias desesperadas para alimentar os filhos e supermercados com filas imensas e com prateleiras vazias no centro de Harare, a capital.

A inflação no país situa-se entre os 7 mil e os 12 mil por cento, a taxa de desemprego atinge os 80% e a sua população foge do país para Estados vizinhos a um ritmo de 5 mil pessoas por dia.

Diário Digital / Lusa
21-09-2007 20:35:49

Nota: É verdadeiramente inédito que estas declarações, aliás de conteúdo avisado e com que concordo, provenham contudo de alguém que esteve directamente implicado em vários atentados contra os direitos humanos na África do Sul e em inúmeros apelos à violência armada naquele país. É caso para perguntar que moral é que o Sr. Arcebispo acha que tem para fazer esta proposta. É que existe em Portugal quem tenha memória e se lembre quem é o Sr. Tutu!
publicado por Pedro Quartin Graça às 21:42

O CERCO COMEÇOU!

SÓCRATES TENTA A ANTECIPAÇÃO DA DATA DAS ELEIÇÕES LEGISLATIVAS DE 2009

As notícias ontem divulgadas de que o Governo se prepara para propôr a antecipação das Eleições Legislativas de 2009, fazendo-as coincidir com a Eleição do Parlamento Europeu e querendo envolver o PSD nessa mesma decisão é o primeiro passo que o Engº José Sócrates dá no sentido de, mesmo contra a Constituição Portuguesa e a Lei Eleitoral da AR, tentar confundir o eleitorado.

Esta tentativa já mereceu a firme condenação do candidato à presidência do PSD, Luís Filipe Menezes.
Contrariando aquela que deveria ser a normal data de realização de eleições: Parlamento Europeu, Autárquicas e só no fim as Legislativas, Sócrates pretende, supostamente a coberto de uma putativa vitória nas eleições europeias e legislativas, estas antecipadas para o início de 2009, potenciar esses resultados para, através deles, conquistar mais ganhos nas autarquias.

Só que, pequeno senão, para isso precisa de alterar, com o apoio do PSD, a Constituição que fixa o início da 1ª Sessão Legislativa para 15 de Setembro e, como se isto não bastasse, alterar também a Lei Eleitoral da AR.

A expectativa reside em se saber se o PSD irá contemporarizar com esta tentativa socialista?

Da minha parte, e enquanto membro do Grupo Parlamentar, desde já, anuncio a minha total oposição a este "golpe de secretaria". E espero que o bom senso prevaleça e não ter de ser "obrigado" a votar favoravelmente uma alteração deste tipo (por força do Acordo MPT-PSD e pelo facto de ser uma lei eleitoral) ainda que sob protesto e fazendo uso da costumeira declaração de voto...
publicado por Pedro Quartin Graça às 13:43
21 de Setembro de 2007

400 MALAS PERDIDAS POR DIA NA PORTELA!AGORA A CULPA É DO EXCESSO DO TRÁFEGO AÉREO...MAS QUAL EXCESSO, PERGUNTAMOS NÓS?

QUANDO A INCOMPETÊNCIA GRASSA, O DISPARATE COMEÇA...
________________________________________________

Malas perdidas no aeroporto geram polémica

A Groundforce considerou ontem que a "saturação" do aeroporto de Lisboa é a principal causa dos atrasos na entrega e extravios de bagagens. Uma convicção manifestada à agência Lusa por António Matos, porta-voz da empresa de assistência em terra aos aviões.


Ontem também, a Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT) mostrou-se desagradada com o "crescente" número de atrasos na entrega de bagagens e extravios nos aeroportos portugueses, principalmente em Lisboa, situação que considera ter atingido "níveis verdadeiramente inaceitáveis".


Em declarações à Lusa, António Matos afirmou que "a capacidade já saturada e já esgotada" do aeroporto da Portela é a principal causa do aumento do número de atrasos e extravios de bagagens", motivo pelo qual considera que "não devem ser atribuídas culpas". "É pública e notória a realidade do aeroporto de Lisboa. Temos uma infra-estrutura que é vital para o transporte aéreo que não funciona", disse o porta-voz da empresa que opera nos aeroportos nacionais e que detém uma quota de mercado de 85 %.


A APAVT considera que as situações de atraso e extravio de bagagens dos passageiros são "inaceitáveis", motivo pelo qual apelou à intervenção do Governo. "Lisboa é um problema sério por ser um 'hub' e por ser um aeroporto central, o que acaba por gerar dificuldades", diz a associação.


Segundo os últimos dados divulgados pela Groundforce, nos primeiros oito meses deste ano perderam-se mais de 90 mil malas nos aeroportos portugueses, ou seja, mais de 400 por dia. A estas 90 mil malas correspondem 8.600 viajantes afectados pelo problema e que apresentaram reclamações.


In: Diário Digital- 21.08.2007
publicado por Pedro Quartin Graça às 14:21

The "Middle West" ... A sympathetic region

PRIME MINISTER SÓCRATES: Thank you, Mr. President. It was a very sympathetic conversation with you. And thank you for the invitation and the opportunity to present to you what are the priorities for Europe in the months ahead. In particular, we had the opportunity to discuss the transatlantic relation, and importance to Europe on the relation with the United States. As a matter of fact, I don't see any strategic question for the world that don't demand, require the most -- better relations with Europe and United States.

And thank you also for the opportunity to discuss some of our more delicate matters in the international agenda, mainly the question of Kosovo and the Middle West [sic] problem. I had the opportunity to tell the President how Europe can see with good (inaudible) the declaration on Middle East of President Bush, the nomination of Tony Blair. And we are feeling that the peace process is moving, and it's very good for Middle East, of course, for Europe, and for the world.

Also our discussions about Kosovo show that the cooperation between Europe and the United States is very important for safety and for stability in the world. And I guaranteed to the President that the first priority I have in my mind regarding Kosovo is keep Europe united. And we will do my [sic] best in order to face the delicate problem, but important for Europe in order to show a strong and united Europe.

Well, thank you very much.

Link: http://www.whitehouse.gov/news/releases/2007/09/20070917-6.pod.a.mp3
publicado por Pedro Quartin Graça às 12:13
15 de Setembro de 2007


REAL REGATA DAS CANOAS - 5 de Outubro

Informa-se todos os que desejarem embarcar no dia 5 de Outubro de 2007 (feriado) na Real Regata das Canoas, que o ponto de encontro escolhido pelo Centro Náutico Moitense é o café «AZUL PROFUNDO», no Parque das Nações, em frente ao qual se situa o local onde embarcaremos e de onde largaremos, pelas 11h00, rumo ao Gaio-Rosário. Assistiremos à partida da Real Regata das Canoas, prevista para as 13h00. Acompanharemos as embarcações até ao final da Regata, no Padrão dos Descobrimentos. VENHA CONNOSCO!...
Eu estarei lá!

Inscreva-se em http://atlanticoazul.blogspot.com/





publicado por Pedro Quartin Graça às 22:21
09 de Setembro de 2007

DE REGRESSO AOS TRABALHOS PARLAMENTARES
Estimados leitores,
Depois das férias em Agosto e de uma semana doente logo a seguir, cá estamos de regresso aos trabalhos da Assembleia da República.
Mais novidades em breve. Muito obrigado por terem continuado a visitar de forma tão sistemática este Blogue.
No fundo do mesmo encontrarão, entre outras, algumas novas funcionalidades, das quais destacamos:
- Um sistema de busca interna (é que o Blogue já vai grande, muito grande mesmo e é difícil encontar os textos em arquivo);
-um sistema de actualizações (para quem queira receber as últimas notícias do blogue de forma automática):
- a possiblidade de adesão ao MPT - Yahoo Group
Conto com a vossa costumeira participação e contribuição para este Blogue.
Cordialmente,
Pedro Quartin Graça
publicado por Pedro Quartin Graça às 19:47
Setembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
23
24
26
28
30
subscrever feeds
Posts mais comentados
11 comentários
11 comentários
10 comentários
7 comentários
6 comentários
5 comentários
5 comentários
5 comentários
4 comentários
4 comentários
Page Rank
Divulgue:
Bookmark and Share
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Com o relvas à ilharga só pode perder!
Não ao servilismo em relação a outros estados; sim...
Considero este texto extremamente rico, ao abordar...
Só uma palavra: concordo!
Obrigado pelo seu comentário.PQG
Lembro-me perfeitamente desse dia trágico: a surpr...
É lamentável, cada vez dou-Lhe menos crédito. Mona...
De acordo com os seus pressupostos mas....como diz...
Caro Dr. Pedro Quartin Graça, em obrigação para co...
Muito lhe agradeço a sua atenção! Parabéns!
Twitter:
    follow me on Twitter
    ResearcherID-Plaxo-LinkedIn-Xing:
    Visualizar perfil de Pedro Quartin Graça no LinkedIn Pedro Quartin Graça Intellectual Property/Patents Expert