Blog pessoal criado em 2003
28 de Maio de 2009


Amanhã, às 10h00 em directo na ANTENA 1 - Pedro Quartin Graça, no DEBATE COM CANDIDATOS ao Parlamento Europeu
publicado por Pedro Quartin Graça às 23:37
24 de Maio de 2009

ECOLOGIA

Seul prepara plano ecológico que será motor de crescimento económico

por Mariana de Araújo Barbosa, Publicado em 23 de Maio de 2009 no I online

A ecologia será a próxima aposta do governo de Seul para fazer face à actual crise económica. A Coreia do Sul vai investir 2,8 mil milhões de euros num plano "verde", numa altura em que Seul se prepara para ocupar a presidência do G20 (em 2010).

A decisão, tomada em Janeiro para fazer face aos problemas motivados pela grave crise económica mundial, o plano "verde" - "Green New Deal" - vai relançar a política industrial do país, coordenando-a com a mobilização pública, naquele que será o primeiro plano de crescimento verde do mundo.

No entanto, os planos do país parecem paradoxais, já que Seul nunca assinou o protocolo de Quioto. "A nossa política de crescimento verde beneficiará o ambiente e contribuirá para lutar contra as alterações climáticas, mas não é, na verdade um plano climático: trata-se fundamentalmente de um plano de desenvolvimento económico", sublinhou Kim Choong-soo, embaixador da OCDE.

publicado por Pedro Quartin Graça às 08:03
22 de Maio de 2009

MPT - Acções de Campanha (1ª Semana)


Segunda 25 Maio

14h00

Conferência de Imprensa junto Cantina Velha / Arruada Cidade Universitária (Metro)

19h00

Entrevista Pedro Quartin Graça à TSF

Terça 26 Maio

18h00

Arruada Estação CP Algés

Quarta 27 Maio

17h30

Arruada Estação CP Mem Martins (Viagem de comboio a partir de Entrecampos 16h00)

Quinta 28 Maio

10h00

Visita à Praça de Alvalade (Av. Rio de Janeiro) com arruada Av. Igreja, viagem de Metro até Alameda e arruada Alameda D. Afonso Henriques/Av. Guerra Junqueiro/Praça de Londres

Sexta 29 Maio

10h00

Visita à Feira do Ambiente de Almada

10h30

Debate de candidatos na Antena 1

Sábado 30 Maio

15h00

Arruada Estação CP Cascais – Praia dos Pescadores

Domingo 31 Maio

a confirmar

Visita a Lagoa, Algarve




NOTA: Se é filiado ou simpatizante do MPT e se quer participar nestas acções por favor entre em contacto connosco para: mpt@mpt.pt

publicado por Pedro Quartin Graça às 20:38
21 de Maio de 2009

ENTREVISTA DE PEDRO QUARTIN GRAÇA - JORNAL 2 - RTP
publicado por Pedro Quartin Graça às 20:31
20 de Maio de 2009



Pedro Quartin Graça hoje, 4ª feira, na RTP 2, às 22 horas
publicado por Pedro Quartin Graça às 18:58
17 de Maio de 2009

Eleições - Parlamento Europeu




O que é o Libertas, parceiro europeu do MPT?

O Libertas é um movimento político pan-Europeu dedicado à criação de uma nova, democrática, responsável e aberta União Europeia.

Para atingirem os seus objectivos para a União Europeia, os candidatos do Libertas vão participar nas eleições para o Parlamento Europeu em praticamente todos os países da UE nas eleições que decorrerão em Junho de 2009.

Dada a grande confluência de opiniões sobre o que deve ser o futuro da União Europeia, o Partido da Terra estabeleceu um acordo político com o movimento Libertas. Assim, se quiser uma União Europeia melhor para si, uma Europa mais participada, uma Europa com mais transparência e democracia, então deve votar em Portugal no Partido da Terra no próximo dia 7 de Junho. 

O Libertas é o único movimento europeu actualmente existente que é totalmente devotado a construir uma União Europeia melhor para si.  Isto significa que quando votar no MPT e nos candidatos do Libertas por toda a Europa está a votar  numa nova força que pode efectivamente fazer a diferença e conseguir transformar  a UE num espaço mais aberto e responsável.

Acreditamos que a União Europeia tem um potencial ilimitado. É um dos projectos mais bem sucedidos na história mundial. Mas a UE perdeu o seu caminho. Os seus fundadores pretendiam que fosse uma Europa para e do seu povo. O outrora honesto e inclusivo governo da União tornou-se irresponsável, sombrio e antidemocrático. Os Tratados propostos recentemente, nomeadamente o de Lisboa, iriam alargar o fosso entre as elites governantes de Bruxelas e os povos da Europa. E, lamentavelmente, quando esses tratados foram rejeitados pelo povo Francês, Holandês e Irlandês, a vontade democrática do povo foi ignorada. Em Portugal foi-se inclusive mais longe e fez-se uma revisão constitucional extraodinária precisamente para permitir o referendo ao tratado. Mas nem assim o referendo teve lugar!

Isto deve mudar. A União Europeia deve voltar para os seus cidadãos. É por isso que o seu voto no Partido da Terra faz toda a diferença! Dê mais força à Europa votando no MPT!

publicado por Pedro Quartin Graça às 17:12

Eleição - Parlamento Europeu


 

O que o MPT e o Libertas querem mudar para fazer uma Europa melhor para si

O MPT e o  Libertas querem democracia: nenhuma lei Europeia deveria ser aprovada sem um voto positivo no Parlamento Europeu. As leis têm de ser aprovadas, ou pelo parlamento nacional ou pelo Parlamento Europeu. As leis feitas por pessoas não responsabilizáveis, os não-eleitos funcionários públicos não fazem parte de uma democracia.

O MPT e o Libertas querem responsabilização: qualquer pessoa que tenha o poder de decidir sobre uma lei deve ser chamada à responsabilidade nas urnas. Os cidadãos decidirão se as acções e decisões dessa pessoa são merecedoras dos seus votos.

O MPT e o Libertas querem transparência: sem uma boa razão para ser feito doutra maneira, todo o processo legislativo deve ser feito publicamente.

O MPT e o Libertas querem um Tratado forte: O Tratado de Lisboa garantiria que aqueles que governam a Europa seriam ainda menos responsáveis perante as pessoas do que o são agora. A Europa precisa de um Tratado forte, se essa for a decisão dos povos da Europa expressa através de referendo. Um Tratado que seja claro para os povos Europeus e que seja apoiado nas urnas pelos Europeus. Um Tratado básico curto e legível, não com mais de 25 páginas. Um Tratado que motive as pessoas a lê-lo, a compreendê-lo e a votar nele.

O Tratado de Lisboa é mau para os povos europeus

O Tratado de Lisboa – quer no seu conteúdo quer na maneira como os seus autores planearam aplicá-lo – não faria nada para trazer a União Europeia para mais perto das suas populações. Apesar das promessas de referendo anteriormente feitas por muitos líderes nacionais, a Irlanda foi o único Estado Membro que pediu aos seus cidadãos para rejeitar ou aceitar o Tratado. O Libertas liderou a campanha do “não” na Irlanda. Com uma afluência às urnas inesperadamente alta, o povo Irlandês rejeitou o Tratado de Lisboa. De acordo com as leis da União Europeia isto significa que o Tratado não entrará em vigor.

A UE não respeita a democracia 

Numa tremenda rejeição da escolha democrática dos cidadãos, a UE recusou-se a aceitar que o Tratado de Lisboa está morto. Em vez disso, o governo irlandês, encorajado pelas elites de Bruxelas e das capitais Europeias quer pedir às pessoas que votem de novo. E desta vez, eles querem que as pessoas aceitem o que será mau para eles e mau para o futuro da União Europeia.

É para impedir que tal acontece que deve votar no Partido da Terra - MPT.

O voto que fará a diferença! 

publicado por Pedro Quartin Graça às 17:11
15 de Maio de 2009


MISERÁVEL CAMPANHA DE MANIPULAÇÃO DA OPINIÃO PÚBLICA CAI PELA BASE!


Back to top Go down
View user profile
Frightened Albanian
First Master: Movement


Number of posts844
Registration date: 2008-11-10

PostSubject: Re: Libertas a pan European Project : Read OP Intro Carefully - Mod   Wed Mar 11, 2009 2:35 pm



Is this the Libertas flag? see here
A remissão em cima referida é para este site:
http://www.eudebate2009.eu/inc/article/28571/Declan-Ganley-libertas-elections-europeennes.html

O "RIGOR JORNALISTICO" DO SR. CRESPO DA SIC - LOGO EXIBIDO HOJE É DE SITE IRLANDÊS ADVERSÁRIO DO LIBERTAS!!!


O logo ofensivo supostamente pertencente ao movimento Libertas que o jornalista Mário Crespo hoje mostrou no jornal das 21h da SIC como sendo da autoria do Libertas e contra a Europa é, não da autoria do Libertas, mas sim de um site adversário e denegridor deste movimento, tendo sido da responsabilidade de um autor que se intitula Libertas? Nein danke (Libertas? não obrigado!), visível em:http://images.google.pt/imgres?imgurl=http://medias.cafebabel.com/7608/thumb/472/-/7608.jpg&imgrefurl=http://machinenation.forumakers.com/the-open-europe-forum-f30/libertas-a-pan-european-project-read-op-intro-carefully-mod-t1956-825.htm&usg=__RqvPUKXQ6FoSUDIjQag-0qfQL6U=&h=307&w=362&sz=14&hl=pt-PT&start=97&tbnid=FXOgdsKnp7PREM:&tbnh=103&tbnw=121&prev=/images%3Fq%3Dlibertas.eu%26gbv%3D2%26ndsp%3D18%26hl%3Dpt-PT%26sa%3DN%26start%3D90

O seu autor é: bayernernst/flickr
 
Assim se desmascara esta descarada manipulação da opinião pública portuguesa! E a pergunta surge de imediato:o que faz correr Mário Crespo e a SIC - Notícias?

publicado por Pedro Quartin Graça às 23:25

publicado por Pedro Quartin Graça às 22:44

COMUNICADO DO PRESIDENTE DA CPN

 

Reportando-me a uma entrevista dada em directo pelo filiado do MPT Luís Carloto Marques à SIC – Notícias, em concreto ao programa do jornalista Mário Crespo emitido na noite de ontem, dia 14, vem o Presidente da Comissão Política Nacional do Partido da Terra esclarecer o seguinte:

1.      No aludido programa foram produzidas um conjunto de afirmações que reputamos de absolutamente falsas e que, pela sua gravidade, colocam a causa a honorabilidade deste Partido e, em especial, a do seu Presidente da Comissão Política Nacional.

2.      Estas afirmações foram da autoria, quer do filiado do MPT Luis Carloto Marques, quer, estranhamente, do jornalista da SIC Mário Crespo e referem-se, entre outras, a alegados financiamentos da candidatura do MPT ao Parlamento Europeu por parte do movimento LIBERTAS, em concreto do seu Presidente Declan Ganley.

3.      Essas afirmações, para além de revelarem um profundo desconhecimento da realidade política europeia e portuguesa, o que se estranha, configuram ademais a prática por parte das aludidas individualidades de crimes de abuso de liberdade de imprensa atentatórios ao direito ao bom nome e à honra e reputação dos visados, as quais merecerão a necessária resposta junto das instâncias competentes.

4.      O Presidente da CPN do MPT teve já a oportunidade de gravar na SIC declarações que se destinam a responder às falsas alegações supra mencionadas, aguardando que a sua divulgação seja feita com igual destaque à referida entrevista.

5.      O Presidente da CPN vem esclarecer que Partido da Terra – MPT não é financiado pelo LIBERTAS, nem o poderia ser, já que essa seria uma prática ilegal face à lei portuguesa, a qual, em sede de angariação de fundos, só permite donativos individuais de cidadãos, portugueses ou estrangeiros.

6.      O movimento pan-europeu LIBERTAS com o qual o MPT estabeleceu um Acordo Político, é um movimento a favor da Europa, do aprofundamento da União Europeia, da existência de mais democracia e de transparência nas instituições comunitárias, assumindo uma posição pública contrária ao Tratado de Lisboa e não estando evidentemente politicamente conotado com a “extrema-direita”.

7.      Tais são igualmente os objectivos do MPT de acordo com a moção de estratégia política que foi aprovada recentemente no VII Congresso Nacional. 

8.      A Comissão Política Nacional do MPT apreciará este sábado a conduta política do filiado Luís Carloto Marques, facto de que dará público conhecimento.

9. O Presidente da CPN do MPT constata, desde já, que o forte impacto público que a candidatura do MPT e das várias candidaturas do Libertas em roda a Europa têm vindo a provocar, levam ao surgimento de reacções como a que supra nos referimos, as quais mais nos animam no sentido de, no próximo dia 7 de Junho, ser apresentada uma proposta democrática e europeísta alternativa para o futuro da União Europeia.

10. O MPT usará de todos os meios legais à sua disposição para defesa do seu bom nome e respeitabilidade, os quais foram postos em causa pelo teor das graves declarações feitas no aludido programa por Luís Carloto Marques e por Mário Crespo.


Lisboa, 15 de Maio de 2009 


O Presidente da Comissão Política Nacional do MPT


Pedro Quartin Graça

publicado por Pedro Quartin Graça às 14:41
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
18
19
23
25
26
27
29
30
31
subscrever feeds
Posts mais comentados
11 comentários
11 comentários
10 comentários
7 comentários
6 comentários
5 comentários
5 comentários
5 comentários
4 comentários
4 comentários
Page Rank
Divulgue:
Bookmark and Share
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Com o relvas à ilharga só pode perder!
Não ao servilismo em relação a outros estados; sim...
Considero este texto extremamente rico, ao abordar...
Só uma palavra: concordo!
Obrigado pelo seu comentário.PQG
Lembro-me perfeitamente desse dia trágico: a surpr...
É lamentável, cada vez dou-Lhe menos crédito. Mona...
De acordo com os seus pressupostos mas....como diz...
Caro Dr. Pedro Quartin Graça, em obrigação para co...
Muito lhe agradeço a sua atenção! Parabéns!
Twitter:
    follow me on Twitter
    ResearcherID-Plaxo-LinkedIn-Xing:
    Visualizar perfil de Pedro Quartin Graça no LinkedIn Pedro Quartin Graça Intellectual Property/Patents Expert