Blog pessoal criado em 2003
07 de Março de 2006

CO - INCINERAÇÃO
Oportunidade perdida
José Manuel Fernandes
http://jornal.publico.clix.pt/noticias.asp?a=2006&m=03&d=04&uid=&id=66487&sid=7317
______________________________________________
A co-incineração até pode ser parte da solução do problema dos resíduos perigosos. Mas depois do ingente relatório ontem apresentado apetece dizer o contrário.Tomem nota destes três nomes: Sebastião Formosinho, José Cavalheiro e Casimiro Pio.
Ontem foram apresentados ao país como fazendo parte de uma"comissão científica" destinada a esclarecer as dúvidas sobre o processoda co-incineração de resíduos industriais perigosos. É mentira: lendo o seu relatório percebe-se que não se está perante o trabalho isento, sereno e equilibrado de cientistas. Está-se antes perante um amontoado deargumentos destinados a confirmar o que aqueles mesmos senhores já tinham concluído e que transpira ressentimento contra todos os que os criticaram.
Já se tinha percebido que tais cavalheiros se tinham por ungidos daverdade divina. Toda e qualquer critica, reparo ou correcção menor quelhes fosse feita era tomada como um insulto, tendo chegado a levar a tribunal os seus críticos, mas sem êxito.
Agora regressam sem argumentos substancialmente novos (poderia acaso esperar-se outra coisa?), mas animados pela urgência da desforra. É por isso que este relatório é mais uma oportunidade perdida.
Quem já nãotinha prestígio como "cientista independente" dificilmente convenceria os descrentes, pelo que era obrigação do Governo ter previsto que o trabalho ontem apresentado seria logo visto apenas como propaganda. E teria sido prudente, conhecido o estilo vingativo dos ditos "professores", evitar que tivessem nova oportunidade de irritar o país.
De facto, que dizer de um relatório "científico" que numa página citafontes académicas e, na seguinte, vai buscar uma passagem a um texto da agência Lusa, quando o documento original seria facilmente consultável on-line?
No mínimo houve preguiça, mas dá para suspeitar que a citação daquele texto jornalístico seria mais favorável às suas teses do querecorrer à fonte original.
Mas há mais e pior.
A partir da página 146 as ingentes figuras entendem mesmo útil divagar sobre a problemática dos rituais mágicos dos pescadoresdos ilhéus Trobiand da Nova Guiné para, depois, escreverem que "nasociedade pós-moderna a opinião superior provém em muito deambientalistas, ou de quem se reclama detentor de uma omnisciência sobreos efeitos nefastos da sociedade industrial - vistos por vezes como"mágicos" ou "gurus" -, mas fundamentalmente como pessoas com uma preocupação focalizada na defesa do planeta azul, ou de médicos-profissionais que se preocupam com a salvaguarda da saúde pública".
A dúvida é quem são os mágicos e quem os gurus: os médicos ou osambientalistas? Ou ambos?
Por certo ambos, sobretudo se tiverem a ousadiade contrariarem os novos Quixotes da co-incineração. Mais adiante cita-se José Gil, ataca-se a "suposta neutralidade da imprensa" e conclui-se que "o panorama actual da luta política ainda trazfortes marcas do modo de "fazer política à século XIX", com a agravante deser amplificado por uma comunicação social" sedenta de controvérsias.
Depois... basta: poderia continuar, mas não vale a pena. Estes senhores não estudaram, coligiram propaganda. Deixaram o Governo mal colocado porculpa própria, pois apenas fizeram o que Sócrates lhes encomendou. Só que agora o primeiro-ministro vai ter de explicar pelo menos duas coisas. Uma vem detrás: por que motivo se escolhem aquelas duas cimenteiras e não outras, com uma delas situada num parque natural? A outra é nova: se oGoverno tem defendido em Bruxelas que não deve ser modificada a directiva sobre a reciclagem de óleos usados, subscreverá agora a tese da "comissão científica" que vai precisamente em sentido contrário?
publicado por Pedro Quartin Graça às 13:06
Março 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
14
16
20
22
24
25
27
28
29
30
31
Posts mais comentados
11 comentários
11 comentários
10 comentários
7 comentários
6 comentários
5 comentários
5 comentários
5 comentários
4 comentários
4 comentários
Page Rank
Divulgue:
Bookmark and Share
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Com o relvas à ilharga só pode perder!
Não ao servilismo em relação a outros estados; sim...
Considero este texto extremamente rico, ao abordar...
Só uma palavra: concordo!
Obrigado pelo seu comentário.PQG
Lembro-me perfeitamente desse dia trágico: a surpr...
É lamentável, cada vez dou-Lhe menos crédito. Mona...
De acordo com os seus pressupostos mas....como diz...
Caro Dr. Pedro Quartin Graça, em obrigação para co...
Muito lhe agradeço a sua atenção! Parabéns!
Twitter:
    follow me on Twitter
    ResearcherID-Plaxo-LinkedIn-Xing:
    Visualizar perfil de Pedro Quartin Graça no LinkedIn Pedro Quartin Graça Intellectual Property/Patents Expert