Blog pessoal criado em 2003
14 de Janeiro de 2009


MPT prepara ano eleitoral na Madeira 


EVA CABRAL
Congresso. Partido da Terra faz grande aposta nas autárquicas

MPT da Madeira e Açores vão ter papel reforçado na liderança

O Partido da Terra (MPT) vai reunir o seu VII Congresso ordinário a 14 de Março, no Funchal, com o objectivo expresso de "preparar todo o ciclo eleitoral de 2009" referiu ao DN o deputado Pedro Quartin Graça. 

A escolha da Madeira para a realização deste Congresso traduz - frisa Quartin Graça - o "especial destaque que se quer dar no MPT às duas regiões autónomas". 

Nesse sentido, o presidente da mesa do Congresso refere que a composição dos órgãos directivos que serão eleitos na reunião do Funchal devem espelhar precisamente esta posição de relevo no MPT das regiões autónomas da Madeira e Açores, que devem obter duas vice-presidências na nova equipa dirigente.

Em relação a 2009 refere que se trata "de um ano eleitoral muito difícil, com três eleições" sendo já certo que MPT estará " em todas as frentes, do Parlamento Europeu às legislativas". O MPT vai apostar forte nas autárquicas, e concorrerá no maior número possível de concelhos em listas próprias. Neste momento estão já em plena fase de pré-campanha as candidaturas de Joaquim Ricardo, no Sabugal, e de José Lopes Correia em Nelas. Vão igualmente concorrer a todas as autarquias da Madeira.

Este VII Congresso do MPT vai reunir entre 150 a 200 delegados, mas, frisa Quartin Graça, este "poderá ser visto por todos através de um circuito de televisão a que se acederá através da internet, o que é um sistema inovador no panorama político português".

Com dois deputados eleitos em 2005 nas listas do PSD Quartin Graça refere que as moções ao próximo Congresso - que deverão estar ultimadas na segunda quinzena de Fevereiro - irão abordar a questão da política de alianças, sendo neste momento prematuro saber se o entendimento das últimas legislativas será , ou não, renovado. O deputado considera que o MPT "terá sucesso a prazo porque zela pela sobrevivência e a salvaguarda dos valores fundamentais do equilíbrio entre o Homem e a Natureza e da solidariedade entre as pessoas e os povos". Quartin Graça lembra que "o MPT tem por objectivo promover a integração das suas propostas na prática política, a todos os níveis, incluindo a dos outros partidos". "À política praticada por profissionais, contrapomos uma política exercida por todos os cidadãos, aos mais diversos níveis de decisão, defendendo que todo o cidadão tem o direito e o dever de pôr as suas convicções e o seu conhecimento ao serviço da comunidade", diz. O deputado conclui que o MPT, deixa " nas mãos dos cidadãos o reforço deste espaço cívico e de dar corpo a este projecto e à possibilidade de introduzir uma ruptura no bloqueio em que a engrenagem da democracia portuguesa parece estagnar".

Edição de 14.01.2008
publicado por Pedro Quartin Graça às 09:24
Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
15
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados
11 comentários
11 comentários
10 comentários
7 comentários
6 comentários
5 comentários
5 comentários
5 comentários
4 comentários
4 comentários
Page Rank
Divulgue:
Bookmark and Share
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Com o relvas à ilharga só pode perder!
Não ao servilismo em relação a outros estados; sim...
Considero este texto extremamente rico, ao abordar...
Só uma palavra: concordo!
Obrigado pelo seu comentário.PQG
Lembro-me perfeitamente desse dia trágico: a surpr...
É lamentável, cada vez dou-Lhe menos crédito. Mona...
De acordo com os seus pressupostos mas....como diz...
Caro Dr. Pedro Quartin Graça, em obrigação para co...
Muito lhe agradeço a sua atenção! Parabéns!
Twitter:
    follow me on Twitter
    ResearcherID-Plaxo-LinkedIn-Xing:
    Visualizar perfil de Pedro Quartin Graça no LinkedIn Pedro Quartin Graça Intellectual Property/Patents Expert