Blog pessoal criado em 2003
29 de Março de 2009

AZAMBUJA - MPT INTEGRA COLIGAÇÃO AUTÁRQUICA 

O Vogal da Comissão Política Nacional do MPT, Alexandre Almeida, representou o Partido da Terra no acto de inauguração da Sede de Campanha em Azambuja da coligação "Pelo Futuro da Nossa Terra" (PSD, CDS, MPT e PPM), coligação de que o MPT faz parte.

António Jorge Lopes, do PSD e candidato à Presidência, referiu-se ao actual presidente da Câmara, dizendo que O Dr. Joaquim Ramos fez na vila de Azambuja um importante conjunto de obras ao nível das infra-estruturas básicas e da requalificação urbana. E até introduziu uma certa sensação de modernidade, que pode e deve ser elogiada. Para a sede do Concelho, o Dr. Joaquim Ramos foi e é um bom obreiro. É um verdadeiro presidente do betão”, salientando que “Contudo, há mais vida para além do betão. E, obviamente, há mais vida para além da Azambuja!”.

O candidato da coligação Pelo Futuro da Nossa Terra disse ainda que “Nestes novos tempos que vivemos, o Dr. Joaquim Ramos não é o presidente certo para enfrentar e vencer os desafios que se colocam à Nossa Terra até 2020, pois “A sua estratégia de desenvolvimento estatelou-se quando o novo aeroporto voou da Ota para Alcochete. A tão propagandeada Cidade do Cinema foi filmar para Sintra. Os 11 mega campos de golfe prometidos para o Alto Concelho afundaram-se no buraco negro das promessas não cumpridas. E a famosa Lusolândia, que ao fim de 20 anos regressou agora do reino dos mortos-vivos, foi esta semana novamente morta pelo Governo socialista”.

António Jorge Lopes também foi contundente quanto à actual política de acção social da Câmara de Azambuja, em particular para a população mais idosa. “Os nossos idosos que vivem com as suas parcas reformas agrícolas continuam a não encontrar na Câmara de Azambuja qualquer resposta para as suas dificuldades e para o aumento do custo de vida”, declarou preocupado o nosso candidato.

Jorge Lopes acusou o presidente da Câmara de “gastar milhares e milhares de euros na criação da nova imagem do Concelho de Azambuja e de ser “incapaz de investir os mesmos euros na comparticipação de medicamentos para a nossa população mais idosa e mais necessitada”, referindo que o actual presidente da Câmara “nem precisava de ser original. Bastava-lhe copiar as boas ideias dos presidentes das câmaras de Almodôvar e de Vila Real de Santo António”.

“O Dr. Joaquim Ramos é o presidente do betão. Mas, politicamente tem-lhe faltado coração!” concluiu António Jorge Lopes, palavras que mereceram um grande aplauso dos cerca de 130 apoiantes presentes.
publicado por Pedro Quartin Graça às 10:29
Agosto 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
posts recentes

...

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Page Rank
Divulgue:
Bookmark and Share
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Com o relvas à ilharga só pode perder!
Não ao servilismo em relação a outros estados; sim...
Considero este texto extremamente rico, ao abordar...
Só uma palavra: concordo!
Obrigado pelo seu comentário.PQG
Lembro-me perfeitamente desse dia trágico: a surpr...
É lamentável, cada vez dou-Lhe menos crédito. Mona...
De acordo com os seus pressupostos mas....como diz...
Caro Dr. Pedro Quartin Graça, em obrigação para co...
Muito lhe agradeço a sua atenção! Parabéns!
Twitter:
    follow me on Twitter
    ResearcherID-Plaxo-LinkedIn-Xing:
    Visualizar perfil de Pedro Quartin Graça no LinkedIn Pedro Quartin Graça Intellectual Property/Patents Expert