Blog pessoal criado em 2003
15 de Maio de 2009

COMUNICADO DO PRESIDENTE DA CPN

 

Reportando-me a uma entrevista dada em directo pelo filiado do MPT Luís Carloto Marques à SIC – Notícias, em concreto ao programa do jornalista Mário Crespo emitido na noite de ontem, dia 14, vem o Presidente da Comissão Política Nacional do Partido da Terra esclarecer o seguinte:

1.      No aludido programa foram produzidas um conjunto de afirmações que reputamos de absolutamente falsas e que, pela sua gravidade, colocam a causa a honorabilidade deste Partido e, em especial, a do seu Presidente da Comissão Política Nacional.

2.      Estas afirmações foram da autoria, quer do filiado do MPT Luis Carloto Marques, quer, estranhamente, do jornalista da SIC Mário Crespo e referem-se, entre outras, a alegados financiamentos da candidatura do MPT ao Parlamento Europeu por parte do movimento LIBERTAS, em concreto do seu Presidente Declan Ganley.

3.      Essas afirmações, para além de revelarem um profundo desconhecimento da realidade política europeia e portuguesa, o que se estranha, configuram ademais a prática por parte das aludidas individualidades de crimes de abuso de liberdade de imprensa atentatórios ao direito ao bom nome e à honra e reputação dos visados, as quais merecerão a necessária resposta junto das instâncias competentes.

4.      O Presidente da CPN do MPT teve já a oportunidade de gravar na SIC declarações que se destinam a responder às falsas alegações supra mencionadas, aguardando que a sua divulgação seja feita com igual destaque à referida entrevista.

5.      O Presidente da CPN vem esclarecer que Partido da Terra – MPT não é financiado pelo LIBERTAS, nem o poderia ser, já que essa seria uma prática ilegal face à lei portuguesa, a qual, em sede de angariação de fundos, só permite donativos individuais de cidadãos, portugueses ou estrangeiros.

6.      O movimento pan-europeu LIBERTAS com o qual o MPT estabeleceu um Acordo Político, é um movimento a favor da Europa, do aprofundamento da União Europeia, da existência de mais democracia e de transparência nas instituições comunitárias, assumindo uma posição pública contrária ao Tratado de Lisboa e não estando evidentemente politicamente conotado com a “extrema-direita”.

7.      Tais são igualmente os objectivos do MPT de acordo com a moção de estratégia política que foi aprovada recentemente no VII Congresso Nacional. 

8.      A Comissão Política Nacional do MPT apreciará este sábado a conduta política do filiado Luís Carloto Marques, facto de que dará público conhecimento.

9. O Presidente da CPN do MPT constata, desde já, que o forte impacto público que a candidatura do MPT e das várias candidaturas do Libertas em roda a Europa têm vindo a provocar, levam ao surgimento de reacções como a que supra nos referimos, as quais mais nos animam no sentido de, no próximo dia 7 de Junho, ser apresentada uma proposta democrática e europeísta alternativa para o futuro da União Europeia.

10. O MPT usará de todos os meios legais à sua disposição para defesa do seu bom nome e respeitabilidade, os quais foram postos em causa pelo teor das graves declarações feitas no aludido programa por Luís Carloto Marques e por Mário Crespo.


Lisboa, 15 de Maio de 2009 


O Presidente da Comissão Política Nacional do MPT


Pedro Quartin Graça

publicado por Pedro Quartin Graça às 14:41
28 de Abril de 2009

NAS TELEVISÕES
CANDIDATURA DO MPT - LIBERTAS EM GRANDE DESTAQUE















publicado por Pedro Quartin Graça às 17:03


PARTIDO DA TERRA EM 4º LUGAR NO BOLETIM DE VOTO PARA O PE

Lisboa, 28 Abr (Lusa) - O Bloco de Esquerda vai surgir em primeiro lugar no boletim de voto para as eleições europeias de 07 de Junho, de acordo com o sorteio hoje realizado pelo Tribunal Constitucional (TC).

O resultado do sorteio, hoje divulgado em comunicado pelo TC, ditou ainda o segundo lugar para a CDU, terceiro para o PSD e o sétimo para o PS, todos estes partidos que, com o BE, têm representação no Parlamento Europeu.

A lista de 12 partidos e uma coligação que se apresentam às eleições europeias, surgirá pela seguinte ordem no boletim de voto:

1 - Bloco de Esquerda - B.E.

2 - CDU - Coligação Democrática Unitária -PCP-PEV

3 - Partido Social Democrata - PPD/PSD

4 - Partido da Terra - MPT

5 - Partido Popular Monárquico - PPM

6 - Movimento Esperança Portugal - MEP

7 - Partido Socialista - PS

8 - Partido Popular - CDS/PP

9 - Partido Nacional Renovador - P.N.R.

10 - Movimento Mérito e Sociedade - MMS

11 - Partido Comunista dos Trabalhadores Portugueses PCPT/MRPP

12 - Partido Operário de Unidade Socialista - POUS

13 - Partido Humanista - P.H.
publicado por Pedro Quartin Graça às 15:10
26 de Abril de 2009

partidoPublicação: 26-04-2009 20:45  



[Error: Irreparable invalid markup ('<embed [...] ffffff'">') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<span class="Apple-style-span" style=" ;font-family:'Times New Roman';"><div style="text-align: justify;"><span class="Apple-style-span" style=" font-weight: bold; line-height: 18px;font-size:15px;"><img src="http://sic.aeiou.pt/NR/rdonlyres/218F5DF3-543D-45D6-8F3D-7EAD345776FD/502592/71638a63bedc4aeaaad1be5f52dd1391.jpg" alt="partido" /><span class="Apple-style-span" style="color: rgb(112, 112, 112); line-height: normal; font-family:Arial;font-size:10px;">Publicação: 26-04-2009 20:45  </span>
<br /></span></div><div style="text-align: justify;"><span class="Apple-style-span" style="color: rgb(112, 112, 112); font-weight: bold;font-family:Arial;font-size:10px;"><span class="Apple-style-span" style="color: rgb(255, 255, 255); font-weight: normal; white-space: pre; font-family:Verdana;font-size:11px;"><embed src="'http://tv1.rtp.pt/noticias/player.swf'" width="'312'" height="'150'" bgcolor="'#ffffff'" allowscriptaccess="'always'" allowfullscreen="'true'" flashvars="'image=" pt="" noticias="" images="" file="http://mp3.rtp.pt/mp3/wavrss/info/nacional/322386_31778.mp3&amp;screencolor="></embed></span>
<br /></span></div><div style="text-align: justify;"><span class="Apple-style-span" style="color: rgb(255, 255, 255); font-family: Verdana; font-size: 48px; white-space: pre;"><span class="Apple-style-span" style="font-size: 11px; "><embed src="'http://tv1.rtp.pt/noticias/player.swf'" width="'312'" height="'150'" bgcolor="'#ffffff'" allowscriptaccess="'always'" allowfullscreen="'true'" flashvars="'image="http://img.rtp.pt/noticias/images/PlayerMp3_logoA1.jpg&amp;file="http://mp3.rtp.pt/mp3/wavrss/info/nacional/322386_31778.mp3&amp;screencolor="ffffff'"></embed></span>
<br /></span></div><span class="Apple-style-span" style="color: rgb(115, 0, 5); font-weight: bold; font-family:Arial;font-size:25px;"><span id="artsubt" style=" line-height: normal; font-weight: bold; color: rgb(0, 0, 0); text-decoration: none; display: block; margin-top: 0px; margin-right: 0px; margin-bottom: 5px; margin-left: 0px; font-family:Arial, Helvetica, sans-serif;font-size:12px;"><span id="Title"><p style="margin-top: 0px; margin-right: 0px; margin-bottom: 0px; margin-left: 0px; ">Eleições europeias</p></span></span><span id="SubTitle"><p style="text-align: justify;margin-top: 0px; margin-right: 0px; margin-bottom: 0px; margin-left: 0px; ">MPT apresenta candidatura com novo partido Libertas</p></span><span id="artlead" style=" line-height: 16px; font-weight: normal; color: rgb(0, 0, 0); text-decoration: none; display: block; margin-top: 15px; margin-right: 0px; margin-bottom: 0px; margin-left: 0px; font-family:Arial, Helvetica, sans-serif;font-size:15px;"><span id="Lead"><p style="text-align: justify;margin-top: 0px; margin-right: 0px; margin-bottom: 0px; margin-left: 0px; "><span class="Apple-style-span" style="font-style: italic;">Maior transparência na União Europeia é o grande objectivo da candidatura europeia do Movimento Partido da Terra, hoje apresentada em conjunto com o novo partido europeu Libertas, que acredita conseguir eleger mais de 100 eurodeputados.</span></p></span></span></span><div style="text-align: -webkit-left;">
<br /></div><div style="text-align: -webkit-left;"><div style="text-align: justify;"><span class="Apple-style-span" style=" line-height: 18px; font-family:Arial;font-size:15px;"><strong>"Esperamos eleger mais de 100 deputados por toda a Europa. Parece muito, mas quando se começa a somar todos os estados-membros e respectivos assentos, começa a parecer muito concretizável",</strong> afirmou Declan Ganley, o presidente do novo partido de dimensão europeia Libertas, que se auto-intitula de movimento popular pan-europeu. </span>
<br /></div><span class="Apple-style-span" style=" line-height: 18px; font-family:Arial;font-size:15px;"><div style="text-align: justify;">
<br /></div><div style="text-align: justify;">As declarações de Ganley foram feitas durante a apresentação da candidatura conjunta do Libertas e do Movimento Partido da Terra (MPT) ao Parlamento Europeu, que hoje decorreu no hotel Altis em Lisboa e onde o Libertas foi apresentado como<strong> "um grupo forte e sólido"</strong> e <strong>"a única alternativa ao actual 'status quo' de Bruxelas",</strong> capaz de lutar por mais transparência e democracia na Europa. 
<br /></div><div style="text-align: justify;">
<br /></div><strong><div style="text-align: justify;"><span class="Apple-style-span" style="font-weight: normal; "><strong>"É um movimento que traz algo de novo, que faz a diferença, que dá voz aos cidadãos da Europa, aos vários povos que compõem este grande espaço e que permite que através da apresentação de candidaturas em quase todos os estados-membros da União Europeia seja possível elegermos deputados que irão constituir um grupo forte, sólido",</strong> disse durante a apresentação o cabeça-de-lista do MPT ao Parlamento Europeu, Pedro Quartin Graça. </span>
<br /></div></strong><div style="text-align: justify;">
<br /></div><div style="text-align: justify;">O presidente do Libertas, Declan Ganley, justificou a sua confiança num resultado eleitoral tão expressivo, apesar de este ser um partido ainda muito recente, com a crença na <strong>"prevalência da verdade"</strong> que o Libertas denuncia, uma verdade que, assegura,<strong> "os líderes políticos não querem que se conheça". </strong>
<br /></div><strong><div style="text-align: justify;">
<br /></div><div style="text-align: justify;">Mais transparência
<br /></div><div style="text-align: justify;">
<br /></div></strong><div style="text-align: justify;">Para o líder do novo partido europeu falta transparência à democracia europeia e ao trabalho realizado pelo Parlamento Europeu. 
<br /></div><div style="text-align: justify;">
<br /></div><strong><div style="text-align: justify;"><span class="Apple-style-span" style="font-weight: normal; "><strong>"Como é que Bruxelas está a trabalhar hoje em dia? Há pelo menos 15 mil membros de grupos de pressão. Não há qualquer exigência legal para essas pessoas que representam grupos de interesses especiais, que tentam fazer passar legislação a favor dos seus próprios interesses",</strong> sustentou o presidente do Libertas. </span>
<br /></div></strong><div style="text-align: justify;">
<br /></div><div style="text-align: justify;">Ganley apelidou os partidos e políticos portugueses e europeus de "teatro", uma vez que a maioria da sua acção tem origem em Bruxelas, e uma origem que não se pode conhecer ou controlar. 
<br /></div><div style="text-align: justify;">
<br /></div><strong><div style="text-align: justify;"><span class="Apple-style-span" style="font-weight: normal; "><strong>"Uma vez no Parlamento Europeu, onde existem mais de 700 assentos, passa-se a ser uma pequena minoria, a nossa voz é diluída, não pode ser ouvida. A tendência é para as pessoas ficarem quietas, como cachorrinhos à trela, bem alimentados e ninguém dirá nada sobre isso. Nós vamos mudar isso",</strong> declarou. </span>
<br /></div></strong><div style="text-align: justify;">
<br /></div><strong><div style="text-align: justify;">Críticas ao Tratado de Lisboa
<br /></div></strong><div style="text-align: justify;">
<br /></div><div style="text-align: justify;">O presidente do Libertas criticou o Tratado de Lisboa, a Constituição europeia e o facto de os referendos que a chumbaram não terem sido tidos em conta pelos governos dos vários países onde se realizaram, defendendo, por oposição, uma Europa dos povos e das nações e a <strong>"devolução do controlo sobre o futuro da Europa às pessoas".</strong> 
<br /></div><div style="text-align: justify;">
<br /></div><strong><div style="text-align: justify;"><span class="Apple-style-span" style="font-weight: normal; "><strong>"Eu olho para pessoas como Durão Barroso e vejo-as falar em frente da bandeira da União Europeia como se lhes pertencesse e os europeus não tivessem direito a ter uma opinião",</strong>criticou. </span>
<br /></div></strong><div style="text-align: justify;">
<br /></div><div style="text-align: justify;">Pedro Quartin Graça justificou a opção pela candidatura conjunta com o Libertas pela convergência de posições e não quis adiantar qual a sua posição sobre qual seria um bom resultado para o MPT nestas eleições. 
<br /></div><div style="text-align: justify;">
<br /></div><div style="text-align: justify;">A lista do MPT é composta por 22 nomes efectivos e oito suplentes, tem como cabeça-de-lista Pedro Quartin Graça, deputado na Assembleia da República, e como número dois António Ferro, apresentado como perito em aviação e com actividade em Bruxelas há vários anos. 
<br /></div><div style="text-align: justify;">
<br /></div><div style="text-align: justify;">A candidatura do Libertas/MPT ao Parlamento Europeu é formalizada na próxima segunda-feira, pelas 11h45, com a entrega das listas no Tribunal Constitucional. 
<br /></div><div style="text-align: justify;">
<br /></div><em><div style="text-align: justify;">Lusa
<br /></div></em></span></div></span>
publicado por Pedro Quartin Graça às 21:20
01 de Março de 2009

É esta a Europa que queremos?

A ACTUAL "DEMOCRACIA" NA EUROPA - CORAJOSA DENÚNCIA 
E TRISTE REACÇÃO DE MUITOS DEPUTADOS EUROPEUS 
AO DISCURSO DO
PRESIDENTE DA REPÚBLICA CHECA VACLAV KLAUS



publicado por Pedro Quartin Graça às 10:12
Agosto 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
posts recentes

...

...

...

...

...

Posts mais comentados
2 comentários
Page Rank
Divulgue:
Bookmark and Share
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Com o relvas à ilharga só pode perder!
Não ao servilismo em relação a outros estados; sim...
Considero este texto extremamente rico, ao abordar...
Só uma palavra: concordo!
Obrigado pelo seu comentário.PQG
Lembro-me perfeitamente desse dia trágico: a surpr...
É lamentável, cada vez dou-Lhe menos crédito. Mona...
De acordo com os seus pressupostos mas....como diz...
Caro Dr. Pedro Quartin Graça, em obrigação para co...
Muito lhe agradeço a sua atenção! Parabéns!
Twitter:
    follow me on Twitter
    ResearcherID-Plaxo-LinkedIn-Xing:
    Visualizar perfil de Pedro Quartin Graça no LinkedIn Pedro Quartin Graça Intellectual Property/Patents Expert