Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PEDRO QUARTIN GRAÇA

Blog pessoal criado em 2003

PEDRO QUARTIN GRAÇA

Blog pessoal criado em 2003

...

11.07.07, Pedro Quartin Graça
Lisboa

Candidato do MPT suspira por sol e mar confiante em «surpresa» eleitoral

Pedro Quartin-Graça está esperançado numa «surpresa» eleitoral no próximo domingo que permita ao cabeça-de-lista do Movimento Partido da Terra poder finalmente ter um lugar na autarquia

Numa acção de campanha sob sol escaldante, Pedro Quartin Graça chega atrasado devido ao trânsito invulgar para um sábado, mas compreensível, tratando-se de um dia de partida para férias de muitas pessoas.
Por enquanto, Quartin Graça só consegue apanhar sol na cabeça, numa campanha que «por opção e por falta de orçamento» não tem arruadas nem outros figurinos habituais em outros partidos: só «saídas temáticas para contactar com as pessoas».
«Estou convencido que o nosso resultado [nas eleições intercalares de 15 de Julho] será uma surpresa», afirma o candidato, justificando a expectativa com as «muitas manifestações de solidariedade» que afirma receber «por telefone e por e-mail».As sondagens que atribuem 0,0 por cento de intenções de voto no MPT não assustam Quartin Graça, que lembra que as sondagens também não previram a eleição de um deputado do partido, João Isidoro, para o parlamento regional madeirense.
Independentemente do resultado que o MPT obtiver em Lisboa, terá um ponto alto em Julho com a sua fundação oficial na Madeira, com 300 militantes e «uma nova responsabilidade e importância na região».Para já, Pedro Quartin Graça concentra-se em Lisboa, tanto na campanha como na frequência dos plenários da Assembleia da República, que faz questão de manter.
O dia começa «às 06h15» e às sete da manhã o candidato já está a actualizar o seu blogue de campanha, antes de levar a filha à escola e se dedicar depois à coordenação da campanha, resposta a inquéritos, devolver e-mails e telefonemas.
Sem orçamento para cartazes ou panfletos, o MPT orgulha-se de «ter sido o primeiro partido português a ter uma página na Internet, um meio que utiliza cada vez mais».Não há estrategas «profissionais» na campanha do MPT: Pedro Quartin Graça anda com o seu carro - frisando que fora de campanha tenta utilizar o mais possível os transportes públicos - e o mandatário, António Arruda, faz ainda a «dobradinha» como «fotógrafo oficial».
Além de lamentar ainda estar «pálido» por falta de praia, Pedro Quartin Graça sente os efeitos da campanha «na falta de descanso e na colisão com as rotinas familiares».Mas poderá matar a sede de areia e mar já no próximo domingo, apontando para a tarde uma ida ou à Caparica ou ao Guincho, antes de aguardar na sede do MPT o desenrolar da noite eleitoral.
Apesar de apontar a falta de cobertura de mediática das acções do MPT, Pedro Quartin Graça afirma-se «satisfeito» com a pré-campanha.
No centro do programa do MPT, o Plano Verde de Lisboa, que teve como um dos seus mentores Gonçalo Ribeiro Telles, fundador do MPT que nestas eleições intercalares apoia o Bloco de Esquerda, cujo candidato, José Sá Fernandes, tem também professado o plano como uma das bandeiras de candidatura.
«O Plano Verde é da cidade, assim até parece que foi Sá Fernandes o primeiro a defendê-lo», avança Quartin Graça, ressalvando que não quer «dizer mal» do adversário e afirmando que «o MPT luta para que a sua aplicação seja uma realidade».

Lusa / SOL

1 comentário

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.