Blog pessoal criado em 2003
24 de Fevereiro de 2008

GRANDE NERVOSISMO NO PS - MADEIRA...POR CAUSA DO MPT...

Política
MPT é "bengala" do PSD para atacar o PS
24-02-2008 - Diário de Notícias da Madeira

O Movimento Partido da Terra (MPT) é um partido de direita e o seu deputado João Isidoro é "uma verdadeira 'bengala' do PSD" no parlamento regional para atacar o Partido Socialista e José Sócrates. Foi assim que o Secretariado do PS-Madeira definiu ontem a força política constituída por ex-militantes socialistas.

Agostinho Soares, porta-voz de uma conferência de imprensa realizada na sede da Rua do Surdo, reagiu às críticas que alguns representantes do MPT têm feito à actividade política do PS: "Esses senhores passaram para o outro lado, deixem-se ficar onde estão, sem fingirem angústias que não sentem sobre o estado do PS-M ou sobre a sua prática política".

Na análise do mesmo responsável, a passagem de João Isidoro e de Ismael Fernandes para "o outro lado da política não espanta quem se habituou a vê-los a lutar internamente pelo poder ou assistiu às guerrinhas em Câmara de Lobos por um desses senhores não dar lugar a outro militante, numa rotação alegadamente combinada". A "coligação" do PSD com o MPT também não causa surpresa, pois "o crescimento do PS implica perigo efectivo para um poder que se impõe há 32 anos e se quer eternizar".

Isidoro dizia 'amém' a Lisboa

O dirigente do Secretariado assegurou que a actual "Direcção do PS-M é bem diferente daquelas a que o agora deputado da Direita (Isidoro) pertenceu, as quais diziam 'amém' a tudo o que as lideranças nacionais impunham." Para exemplificar como a equipa presidida por João Carlos Gouveia não tem receio de discordar das directrizes do PS nacional, Agostinho Soares citou a sua oposição à implementação na Madeira da reforma da Administração Pública delineada pelo Governo de José Sócrates.

O porta-voz do Secretariado lamentou a preocupação do MPT em "denegrir" o PS-M e recordou a oposição de Isidoro à proposta socialista de aumento do subsídio de insularidade para 15%. "O MPT é um partido coerente. Na Assembleia da República, o seu deputado Luís Carloto Marques, eleito nas listas do PSD, defende a Direita e ataca o PS. Na Assembleia Legislativa da Madeira, o seu deputado João Isidoro, eleito com o apoio do PSD, defende a Direita e ataca o PS", resumiu.

Reacção no próprio dia

O MPT reagiu a meio da tarde à conferência que o PS realizou durante a manhã, tendo João Isidoro afirmado que o ataque ao seu partido "demonstra fragilidade e nervosismo face às dezenas de militantes que se afastam quase diariamente das fileiras do PS". O deputado recusa as acusações de 'colagem' ao PSD e referiu que o seu partido "nunca votou sozinho ao lado do PSD em matérias consideradas polémicas", embora não seja um "bota-abaixo" de tudo o que é do Governo. "Quem já esteve nas fileiras do PSD e assumiu que foi militante foi o presidente do PS", recordou Isidoro, que antes havia garantido que o MPT "nunca atacou o PS-M, antes pelo contrário".

Miguel Fernandes Luís
publicado por Pedro Quartin Graça às 09:39

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Fevereiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
15
16
17
20
23
25
26
27
28
29
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
11 comentários
11 comentários
10 comentários
7 comentários
6 comentários
5 comentários
5 comentários
5 comentários
4 comentários
4 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Com o relvas à ilharga só pode perder!
Não ao servilismo em relação a outros estados; sim...
Considero este texto extremamente rico, ao abordar...
Só uma palavra: concordo!
Obrigado pelo seu comentário.PQG
Lembro-me perfeitamente desse dia trágico: a surpr...
É lamentável, cada vez dou-Lhe menos crédito. Mona...
De acordo com os seus pressupostos mas....como diz...
Caro Dr. Pedro Quartin Graça, em obrigação para co...
Muito lhe agradeço a sua atenção! Parabéns!