Blog pessoal criado em 2003
30 de Maio de 2007

Lisboa: MPT escolhe Quartin Graça como cabeça de lista
O deputado Pedro Quartin Graça é o candidato do Movimento do Partido da Terra (MPT) às eleições intercalares de Lisboa e terá como um dos tema forte da sua campanha a manutenção do aeroporto da Portela em Lisboa.
Em declarações à Lusa, Pedro Quartin Graça adiantou que a decisão de avançar como cabeça de lista pelo MPT foi tomada terça-feira à noite, numa reunião da comissão política do partido.
O «forte envolvimento e presença» que o MPT sempre teve nas questões ligadas à cidade de Lisboa é, segundo Quartin Graça, uma das razões que levaram o partido a avançar com uma candidatura às eleições intercalares marcadas para 15 de Julho.

«Sempre apresentámos muitas propostas para Lisboa», lembrou, apontando o Plano Verde para a cidade, aprovado recentemente por unanimidade pela comissão permanente da Assembleia Municipal de Lisboa, como uma das mais emblemáticas.
«É a concretização do que defendemos há 13 anos», sublinhou.
A este propósito, Quartin Graça adiantou que irá lançar um repto a todos os seus adversários na corrida à Câmara de Lisboa para que «publicamente se comprometam a pôr em prática o Plano Verde» e a adoptar medidas preventivas, nomeadamente a não construção nas respectivas áreas, durante o período de revisão do Plano Director Municipal.
A manutenção do aeroporto da Portela será outro dos temas da campanha do MPT, já que defendem que essa é «uma questão nacional, mas também uma questão da cidade de Lisboa».

«Portugal já é um país periférico, com a saída do aeroporto da cidade de Lisboa poderá ainda tornar-se mais periférico», afirmou Pedro Quartin Graça, deputado do MPT na Assembleia da República, eleito nas listas do PSD.
Defendendo a solução «Portela mais um», Quartin Graça considerou que existem «soluções mais baratas e realistas» do que a construção de um novo aeroporto na Ota.
«Devemos ser pragmáticos e não cometer erros», salientou, apontando a manutenção da Portela em conjugação com o aproveitamento de outras pistas que existem nos arredores da cidade como a solução que hoje em dia será mais apropriada.
Além do Plano Verde e da manutenção da Portela, Quartin Graça irá focalizar a sua campanha em outros cinco temas, apesar de remeter o seu anúncio para um momento posterior.
«Vamos abordar sete áreas essenciais. São sete as colinas de Lisboa e vamos apresentar sete soluções», revelou.
Prometendo um «número apreciável de independentes» nas listas do MPT à Câmara de Lisboa, Quartin Graça assegurou também que o critério da paridade será cumprido.
Apesar de reconhecer que o MPT não fez qualquer diligência para formar uma coligação para as eleições intercalares, Quartin Graça admitiu que teria sido «muito benéfica» a existência de coligações.
«Daria maiores condições de governabilidade para o dois anos que restam até às eleições autárquicas», afirmou, considerando um «pouco excessivo» o número de candidatos que se apresentam às eleições.
«Não havia necessidade, mas a verdade é que não houve entendimentos. Lamentamos que assim tenha sido», sublinhou.

Diário Digital / Lusa
30-05-2007 16:22:00
publicado por Pedro Quartin Graça às 17:15

CorretorEmoji

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Maio 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
28
29
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
11 comentários
11 comentários
10 comentários
7 comentários
6 comentários
5 comentários
5 comentários
5 comentários
4 comentários
4 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Com o relvas à ilharga só pode perder!
Não ao servilismo em relação a outros estados; sim...
Considero este texto extremamente rico, ao abordar...
Só uma palavra: concordo!
Obrigado pelo seu comentário.PQG
Lembro-me perfeitamente desse dia trágico: a surpr...
É lamentável, cada vez dou-Lhe menos crédito. Mona...
De acordo com os seus pressupostos mas....como diz...
Caro Dr. Pedro Quartin Graça, em obrigação para co...
Muito lhe agradeço a sua atenção! Parabéns!